Everyware: the dawning age of ubiquitous computing

O livro Everyware é referência obrigatória em qualquer bibliografia sobre ubicomp. Escrito por Adam Greenfield em 2006, ainda é a melhor introdução ao tema. Greenfield é consultor em ‘user experience’, com experiência como arquiteto de informação.

capa do livro

capa do livro Everyware, de Adam Greenfield

O grande mérito do livro, a meu ver, é apresentar a computação pervasiva em linguagem acessível ao público leigo, focando nas possibilidades dessa tecnologia, suas contradições e esmiuçando os bastidores dessa história. É a visão de um designer sobre o assunto, portanto com uma preocupação grande em entender os impactos da computação pervasiva no cotidiano das pessoas.

Recomendo enfaticamente.

Publicado em livros por mauro pinheiro. Marque Link Permanente.

Sobre mauro pinheiro

Professor adjunto do Departamento de Desenho Industrial da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), coordenador do Laboratório de Psicologia da Computação (LabPC). Minhas pesquisas acadêmicas tratam dos seguintes assuntos: design de interação, usabilidade, interação homem-computador, ubiquidade computacional, computação pervasiva, design da experiência, design da informação, questões sociais do uso de sistemas computacionais.

4 ideias sobre “Everyware: the dawning age of ubiquitous computing

Deixe uma resposta para Luciana Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *